Home / Ovulação /

Tratamento para ovular, quais os mais indicados para induzir a ovulação?

Compartilhar este conteúdo:
Publicado em 25/09/2018

Tratamento para ovular, quais os mais indicados para induzir a ovulação?!

Tratamento para ovular, quais os mais indicados para induzir a ovulação?

Se uma mulher não está ovulando sozinha, a indução da ovulação pode ser necessária. E exitem vários tratamentos para ovular

Antes que os problemas de ovulação possam ser tratados, é importante realizar certos testes para estabelecer a causa.

Estes testes incluem uma varredura de ultra-som dos ovários e útero e exames de sangue para medir uma série de hormônios, incluindo a tireóide, prolactina, FSH, LH, testosterona e outros andrógenos (hormônios masculinos). Também é importante garantir que o ovário seja capaz de responder ao tratamento medicamentoso.

Uma causa possível de ovulação fracassada é a insuficiência ovariana mais comumente conhecida como menopausa. Se o nível de concentração de FSH (> 10) for alto e a concentração de AMH anti-Mülleriano for baixa, quando medida no início de um período, é provável que ocorra insuficiência ovariana. Em tais casos, o tratamento de fertilidade é menos bem sucedido.

Se a ovulação não ocorrer, os medicamentos podem ser administrados com o início da menstruação para estimular a produção de ovos. Se os comprimidos não forem eficazes, poderão ser necessárias injeções de fertilidade mais poderosas para estimular a produção de óvulos nos ovários.

Tratamentos para ovulaçãoTratamentos para ovulação: Farmacológico

Clomid: comprimidos (alternativas são comprimidos de Tamoxifen e Letrozole) aumentam a produção de hormônio folículo estimulante (FSH) pela glândula pituitária, estimulando assim os folículos e, consequentemente, o crescimento do óvulo.

Este comprimido é normalmente administrado numa dose inicial de 50 mg (1 comprimido), tomada do 2º ao 6º dia do período. Se os períodos forem muito pouco frequentes, pode ser necessário induzir um período dando um tipo diferente de comprimido chamado Noretisterona.

Veja também: Como consegui engravidar depois de 4 anos tentando

Gonadotrofinas para ovularGonadotrofinas: o tratamento para ovular com gonadotrofinas são administradas por injeção. Seu ingrediente ativo é o hormônio folículo estimulante. Exemplos são: Menopur, Gonal F e Bemfola. Estas injecções são administradas diariamente e começam com uma dose de 75 UI por dia.
 
A resposta a qualquer medicamento administrado é monitorada por exames de ultrassonografia. Quando os folículos atingem um tamanho adequado, aconselha-se a relação sexual e a injeção de gonadotofina. As respostas individuais ao tratamento podem ser imprevisíveis e se, durante o monitoramento, a resposta for insuficiente ou muito forte, o uso do medicamento poderá ser cancelado e reiniciado.

Se a resposta ao tratamento para ovular de drogas for satisfatória, ele geralmente continua por 6 ciclos; os ciclos de tratamento podem ser realizados consecutivamente sem interrupção. Efeitos colaterais potenciais estão relacionados principalmente às drogas de indução de ovulação. Gravidezes múltiplas são um risco de tratamentos de indução da ovulação. Os gêmeos podem resultar em até 10% dos casos com tratamento com clomifeno e 20% com gonadotrofinas. Trigêmeos também podem ocorrer em cerca de 1% dos casos. Com um acompanhamento cuidadoso, o risco de gravidezes múltiplas é reduzido mas não eliminado.

Outros tratamentos para mulheres com SOP
Mulheres com SOP que não estão ovulando normalmente recebem Clomid como tratamento de primeira linha e geralmente respondem muito bem ao tratamento. Duas outras opções de tratamentos medicamentosos podem ser usados:

Metformina para ovular

 

Metformina - este é um medicamento utilizado no tratamento da diabetes, que tem o benefício de melhorar a ovulação em algumas mulheres com SOP. Isso porque a SOP é conhecida por afetar o metabolismo da insulina e da glicose. A metformina irá ajudar nessa metabolização da glicose.

 


Perfuração ovariana. Este é um tratamento cirúrgico que requer uma laparoscopia a ser realizada. Buracos de 4 mm de comprimento (geralmente 4 por ovário) são perfurados no ovário para ajudar a melhorar a ovulação. Este procedimento pode desencadear a ovulação natural é recomendada para cerca de 60% a 85% das mulheres com SOP. Este é um procedimento invasivo que carrega os riscos da laparoscopia. Raramente provoca a formação de tecido cicatricial na área do ovário.

Denize Cruz (Neuropata)

Compartilhar este conteúdo:

Como acabar com a celulite?

Compartilhar este conteúdo:   facebook...
Ler mais

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!